Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

O Novo País dos 4 F´s

Corro o risco de estar a escrever sobre algo que os leitores já estão saturados de ler, ver e ouvir. Em todo o caso, não consegui resistir à tentação de tecer algumas considerações sobre um dia que vai ficar na História de Portugal, o 13 de Maio de 2017. 
Antes da data, já se falava da possibilidade de se poder associar no mesmo dia 3 factos históricos e de grande impacto em Portugal, uma improvável “trindade”: Fátima, Benfica e Salvador ou Papa, Tetra e Eurovisão. De manhã o Papa em Fátima pelo centenário das aparições e para a canonização de 2 dos pastorinhos, à tarde o tetracampeonato inédito para o Benfica e à noite a vitória ímpar de Portugal na Eurovisão com a música dos irmãos Sobral. 
Ora se tal junção carecia de um alinhamento total dos astros, santos e outras coisas mais, a verdade é que estas coisas das boas notícias em Portugal tem sido como o ketchup: custa a sair, mas, quando sai, é de esguicho! Chegando mesmo a ser demasiadas para 1 único dia!
No meio de tanta emoção, s…

As autárquicas já mexem…mas não para todos!

Falta pouco mais de 4 meses para as eleições autárquicas. Se pensarmos que pelo menos durante 2 meses está tudo mais preocupado com as férias, sol e banhos, resta pouco tempo para os candidatos exporem as suas ideias no terreno. Principalmente para quem pretende apresentar um projeto alternativo. 

Apesar disso, no Faial apenas 2 partidos oficializaram os seus candidatos, José Leonardo pelo PS e Carlos Ferreira pelo PSD, não sendo, no entanto, muito difícil prever os restantes. Mas deixo este tema para um próximo artigo.
Já há muito tempo que era dada como garantida a recandidatura de José Leonardo, depois de um mandato que durante os primeiros 3 anos foi muito pouco criticado pela oposição e em que era considerado, pela maioria das pessoas, uma reeleição garantida. 
O trabalho e dedicação de José Leonardo está a vista de todos. É sempre possível afirmar que alguém poderá fazer melhor, mas nenhum faialense, em consciência, poderá dizer que fez um mau mandato.
Nos últimos meses, depois …