Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2017

A ascensão de Centeno e a despedida de Zé Pedro

1 - À data que escrevo este artigo ainda não é conhecida a votação para presidente do Eurogrupo, mas é por todos esperada a vitória de Mário Centeno, ministro das finanças de Portugal, o tal que foi apelidado pelo ministro alemão Wolfgang Schäuble, como o Ronaldo do Eurogrupo. A confirmar-se, será o corolário do excecional desempenho de Centeno nas suas funções, obtendo os melhores resultados de sempre de um Ministro das Finanças nos últimos 40 anos, ao qual acresce todo o trabalho realizado por António Costa na obtenção de apoios nas principais economias da Europa.  Mário Centeno é responsável por ter destruído o mito de que para conseguir contas equilibradas era necessário sacrificar a economia, o emprego e o bem-estar dos portugueses. O Ministro que colocou em prática o ideal de António Costa de que havia alternativa às políticas “austeritárias” com que a direita enfrentou a crise do euro. Mas porque recordar é viver, convém relembrar que este é o mesmo Ministro que PSD e CDS queri…